Maria José Haueisen, uma história de amor e luta pelos Vales do Mucuri e Jequitinhonha

Natural de Teófilo Otoni, Vale do Mucuri, Maria José Haueisen Freire nasceu em 27 de setembro de 1930. Em 1977, formou-se em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Teófilo Otoni, da Fundação Educacional Nordeste Mineiro, mesmo lugar onde concluiu, quatro anos depois, o curso de Pedagogia.

Maria José atuou como professora da rede estadual de ensino; presidiu a União dos Trabalhadores no Ensino (UTE), em Teófilo Otoni, e foi responsável pela fundação do Partido dos Trabalhadores (PT) no município, partido o qual presidiu durante alguns anos. Sua militância tem início nos movimentos populares e nas Comunidades Eclesiais de Base, as CEBs.

Em 1988, Maria José elegeu-se deputada estadual, função que desempenhou até 2004, quando tornou-se prefeita de Teófilo Otoni e permaneceu no cargo até 2012, após ter sido reeleita. É uma das grandes responsáveis pela luta que levou à instalação dos campus da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) e do Instituto Federal do Norte de Minas (IFNMG) em Teófilo Otoni, que beneficiou milhares de famílias da região.    

Na ALMG, Maria José foi a primeira mulher a presidir a Sessão de Instalação de uma legislatura na Casa e a primeira mulher eleita para compor a Mesa Diretora, exercendo a função de Segunda Secretária. Além disso, foi também presidente de comissões importantes, como a de Educação, Direitos e Garantias Fundamentais; Constituição e Justiça e de Defesa do Consumidor.  

Maria José também foi uma grande lutadora no combate à violência e pela inclusão social. É de sua autoria o Projeto de Lei que garante proteção, auxílio e assistência médica e psicológica às vítimas de violência sexual no Estado. Também atuou na defesa de populações de áreas inundadas por reservatórios e pela inclusão de pessoas com deficiência ao assegurar, por meio de projeto de lei, a adaptação de prédios públicos para este público.

Por toda sua luta, trabalho, compromisso com os mais pobres e honestidade, é uma das principais fontes de inspiração política para Dr. Jean Freire. Além de ter ajudado, juntamente com outras pessoas, a custear os estudos do deputado, Maria José também é madrinha de casamento de Dr. Jean.

Em 19 de fevereiro de 2018, Maria José faleceu aos 87 anos, deixando um grande legado de amor, respeito às diversidades e, sobretudo, de muita luta em prol dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

*A seleção das mulheres foi realizada com a ajuda de nossos assessores e apoiadores e tem o objetivo de contemplar todos os territórios das duas regiões. Você, conhece a história de uma mulher dos Vales que merece ser contada? Entre em contato conosco aqui pela página e deixe sua sugestão.

Assessoria de Comunicação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s