Dr. Jean apresenta propostas para o desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri ao vice-governador do Estado

Na manhã desta quinta-feira, 01 de julho de 2021, o deputado estadual Dr. Jean Freire reuniu-se com o vice-governador do Estado, Paulo Brant, e sua equipe para tratar sobre algumas propostas de desenvolvimento para os Vales do Jequitinhonha e do Mucuri. A reunião aconteceu na sede do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), em Belo Horizonte. 

Dentre os principais assuntos tratados pelo deputado estão o desenvolvimento do artesanato, do turismo e da agricultura na região, bem como alternativas para aumentar as contrapartidas de atividades como a mineração e a monocultura de eucalipto para a população. O deputado explicou que apesar de importantes, tais atividades deixam um rastro enorme de degradação ambiental para trás. “Enquanto as riquezas que são produzidas são levadas para outras regiões do estado e do país, o povo da região sofre com a degradação e com a falta de desenvolvimento”, disse. 

Artesanato 

O artesanato do Vale do Jequitinhonha é conhecido no mundo inteiro não apenas por sua beleza, mas por todo o seu valor histórico e cultural. Entretanto, apesar de terem suas obras espalhadas por diversos lugares, os artesãos da região não recebem o devido suporte por parte do poder público para desenvolvimento da atividade. 

A principal dificuldade enfrentada é quanto à comercialização dos produtos.Uma proposta antiga do deputado é a criação do Centro de Distribuição do Artesanato do Vale do Jequitinhonha. O objetivo da proposta é facilitar a comercialização dos produtos uma vez que o Centro seria construído em um ponto de fácil acesso, como a cidade de Itaobim, que é cortada pelas BRs 116 e 367. 

Além de fortalecer a cadeia produtiva, a construção do Centro auxiliaria na manutenção das tradições, tendo em vista que, sem geração de renda, as pessoas acabam tendo que ir em busca de oportunidades em outras regiões. “Podemos trabalhar a capacitação dos artesãos e de suas famílias em diversas frentes, como venda, logística, entre outras, gerando emprego e renda e, possivelmente, evitando o êxodo. Muitas famílias de artesãos acabam perdendo a tradição, uma vez que os membros mais novos não se dedicam ao ofício porque precisam buscar outras alternativas”, afirmou Dr. Jean. 

Extração do lítio 

Outro assunto tratado na reunião foi sobre a exploração do lítio no Vale do Jequitinhonha, mais precisamente nos municípios de Araçuaí e Itinga. Mais uma vez, o deputado Dr. Jean retratou a realidade da população. “Eu entendo a importância da atividade, mas as empresas exploram o mineral na região e deixam para o povo somente os rejeitos. Nada de riqueza”, disse.

Dentre as propostas apresentadas pelo deputado está a utilização dos rejeitos do lítio para a fabricação de outros materiais, como a cerâmica. O deputado ainda falou sobre a necessidade de que o Laboratório de Mineralogia do Instituto Federal do Norte e Nordeste de Minas (IFNMG) – campus Araçuaí, instalado pelo Governo Pimentel, seja utilizado para desenvolver estudos relacionados à mineração na região. “Nós temos um laboratório de ponta, que pode contribuir muito com esta questão. Só precisamos colocar para funcionar”, afirmou o deputado. 

Dr. Jean também falou sobre como a construção do gasoduto na região facilitaria o desenvolvimento de algumas atividades industriais e contribuiria com o desenvolvimento da região. 

Agricultura 

Ao tratar sobre a agricultura dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, o deputado enfatizou a produção do mel. Um dos pontos altos da discussão foi sobre a contribuição de empresas que atuam na monocultura do eucalipto para o desenvolvimento da atividade na região. Um exemplo seria a doação da madeira para que os apicultores possam produzir as caixas onde as abelhas constroem suas colmeias. 

Outra proposta é que as empresas permitam o acesso e uso das áreas de florestas próximas aos plantios de eucalipto para instalação dos apiários a permitindo o acesso e uso de áreas de florestas nativas e próximas a plantios de eucalipto para instalação dos apiários, conjuntos de colmeias utilizadas para criação de abelhas, normalmente para a colheita de mel ou a polinização de culturas agrícolas, a exemplo do que é feito pela Cenibra, empresa do ramo de papel e celulose, que atua em diversos municípios do estado. 

Além destas propostas, Dr. Jean apresentou, ainda, diversas outras possibilidades de ações que podem ser desenvolvidas na região a fim de fomentar o desenvolvimento econômico a partir da geração de emprego e renda. Algumas delas estão relacionadas à criação de roteiros turísticos que valorizem a diversidade cultural da região, como a Rota dos Quilombos e o desenvolvimento de um calendário para as Festas de Nossa Senhora do Rosário, que acontecem na região. 

As propostas geraram muita empolgação tanto no governador quanto em sua equipe, que se mostraram muito dispostos em dar sua contribuição. Durante a reunião, foi proposta a criação de um grupo de trabalho, que atuaria no sentido de elencar e se debruçar no desenvolvimento das ações que forem consideradas prioritárias. Outras ações discutidas tratavam sobre o fortalecimento e a humanização do atendimento em saúde na região. 

Também estiveram presentes na reunião Pablo Domingues, representando a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult); Estevão Rocha, chefe de Gabinete do vice-governador; Carlos Henrique Guedes, assessor Especial de Enlace com o Governo Federal; e Claudia Elias, assessora do vice-governador. 

Assessoria de Comunicação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s